PORTILLO - Neve - Esportes de neve - Turismo de neve

PORTILLO +

Portillo

PORTILLO

Portillo é o mais tradicional centro de esqui do Chile, tendo sido construído no final da década de 1940. Situado a 3 km da fronteira com a Argentina, na estrada que leva a Mendoza, está encravado na cordilheira dos Andes e ao pé da Laguna del Inca – um espetáculo cromático à parte, que varia do azul ao verde em diversas tonalidades. Distante 164 km da capital Santiago, a estação é sinônimo de requinte e aconchego. Sabe aquele lugar onde os funcionários trabalham há anos e sempre lembram seu nome e suas predileções? Pois é nesse clima familiar que você irá esquiar em Portillo!

 

 

A estação é sinônimo de conforto, qualidade e, a despeito de seu quase 70 anos de existência, não parou no tempo. Portillo é um destino moderno, que oferece pistas para todos os níveis de dificuldade. A hotelaria compreende quatro tipos de estabelecimentos com o conceito ski-in/ski-out: o hotel Portillo, os anexos Octógono e Inca e as Cabanas Portillo. Independente de qual seja sua escolha, poderá usufruir a infraestrutura de cada um, como piscina térmica, cinema, espaço fitness, butique e restaurantes, o que transmite ao hóspede a sensação de estar em um cruzeiro marítimo em plena neve. Não por menos, o destino é bastante disputado por famílias durante as férias de inverno.

 

 

Há turistas que incluem o centro de esqui no roteiro de uma viagem a Santiago. De fato a capital chilena está muito próxima de Portillo e é acessada pela estrada Los Caracoles em um percurso que leva pouco mais de duas horas e meia. Percorrer essa rodovia sinuosa e íngreme é uma experiência tipicamente andina. O trajeto aclive tem trechos cujo limite máximo de velocidade não ultrapassa os 50 km/h. Se estiver dirigindo, vá com calma! Curta a paisagem, pois, além de mais seguro, será uma experiência que não sairá de sua memória tão cedo. Afinal, não é sempre que se avista o Aconcágua, a montanha mais alta fora da Ásia.

 

Não há como citar Portillo sem fazer uma retrospectiva no tempo. A história da mais antiga estação de esqui sul-americana começou bem antes de sua fundação, nos anos 1940. Em 1887, engenheiros ingleses foram contratados pelo governo chileno para estudar a possibilidade de construir uma ferrovia que cruzasse os Andes, viabilizando o transporte de mercadorias do Chile à vizinha Argentina. A rodovia saiu do papel e, durante sua construção, esquiar se tornou comum entre os engenheiros para acessar a área.

 

 

Com o passar dos anos, a ferrovia se tornou uma espécie de teleférico para esquiadores recreativos. Mais tarde, com a consolidação dos clubes de esqui, foi formada uma sociedade anônima conhecida como Hoteles de Cordillera S. A., responsável pela construção do Grand Hotel Portillo. A partir daí o centro começou a se desenvolver e, passadas décadas, continua operando sob a fama do pioneirismo, mas também pela excelência de seu atendimento. Portillo é a combinação perfeita entre história e modernidade.

 

 

ONDE FICA